introdução   |   geografia   |   povo   |   vida selvagem   |   flora   |   meio ambiente   |   inglês

LAGARTOS DE MADAGÁSCAR - Madagascar


[Lagartixa Phelsuma.]
Existem mais de 210 espécies de lagartos em Madagáscar. Algumas das mais conhecidas são camaleões, lagartixas, lagartos Scincidae e iguanídeos. Curiosamente, não existem agamas nem lagartos-monitor na ilha, encontrados em toda a Ásia e África.

Lagartixa Phelsuma
Ao contrário da maioria das lagartixas que são nocturnas, a lagartixa Phelsuma é activa durante o dia. Alimenta-se sobretudo de insectos.

Lagartixa Uroplatus
Estas lagartixas são extraordinariamente bem camufladas. Inactivas durante o dia, as lagartixas Uroplatus só se mexem quando perturbadas. Reagem aos estímulos com uma impressionante exibição de uma colorida boca aberta e uma cauda erecta. De noite, caçam insectos.

Camaleões
Madagáscar é a casa de mais de metade das aproximadamente 150 espécies de camaleões do mundo. Camaleões são pequenos a médios lagartos que são famosos pela sua capacidade dramática de mudar de cor. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, o camaleão não muda de cor para corresponder às cores do sítio onde se encontra. Na verdade, a cor é normalmente usada para reflectir emoções, defender territórios e comunicar uns com os outros.

Os camaleões são capazes de mudar de cor devido a duas camadas de células especializadas situadas debaixo da pele exterior transparente do lagarto.

Os camaleões são territoriais e agressivos contra outros membros da sua própria espécie. São caçadores oportunistas que esperam que as suas presas passem perto deles e das suas línguas compridas para as apanhar. A maioria dos camaleões põe ovos.

Nalgumas partes de Madagáscar, os camaleões são temidos pelos seus supostos poderes mágicos e habilidade de ver o futuro.

Alguns dos répteis mais pequenos do mundo são os Brookesia, uma espécie de camaleões. Alguns destes animais atingem um comprimento máximo de 30 milímetros. Estas criaturas diminutivas podem ser encontradas nas florestas tropicais e nas florestas decíduas secas quase por toda a ilha de Madagáscar. Os Brookesia alimentam-se de pequenos insectos e dependem da sua coloração críptica para evadirem os seus predadores. Quando perturbados, estes camaleões fazem-se de mortos para se tentarem passar por uma folha caída. Os Brookesia são mais facilmente encontrados durante a noite quando dormem nas folhas de pequenos arbustos.




Calumma parsonii cristifer



Furcifer gastrotaenia kameleon



Furcifer pardalis kameleon



kameleon Brookesia peyrierasi na grančici



kameleon Brookesia peyrierasi na ruci



Phelsuma guttata gekon na listu



Furcifer balteatus kameleon



Calumma brevicornis (mužjak)



Furcifer willsii (ženka)



Furcifer willsii (mužjak)



Uroplatus phantasticus



Uroplatus fimbriatus gekon u Nosy Mangabeu



Calumma globifer kameleon



Uroplatus fimbriatus s letećim kukcem



Uroplatus fimbriatus gekon



Uroplatus fimbriatus gekon u Nosy Mangabeu



kameleon Brookesia superciliaris chamele na sloju lišća



Phelsuma guttata, dnevni gekon na bambusu



Phelsuma gekon u Taolagnarou



Phelsuma madagascariensis kochi



Uroplatus fimbriatus – slika glave na stablu drveta



Uroplatus fimbriatus – bočna snimka glavice



Uroplatus fimbriatus – na stablu drveta



Uroplatus fimbriatus gekon u Nosy Mangabeu



Uroplatus fimbriatus lisno-repi gekon



Uroplatus fimbriatus gekon na Nosy Mangabeu



Uroplatus phantasticus gekon



gekon Uroplatus fimbriatus



iguanoliki gušter s ogrlicom (Oplurus cuvieri)



Uroplatus fimbriatus gekon u Nosy Mangabeu






< | Index | >

14 de 25

Tradução de Ana Félix Pires



WildMadagascar | Fotos

© Rhett A. Butler / wildmadagascar.org 2010