introdução   |   geografia   |   povo   |   vida selvagem   |   flora   |   meio ambiente   |   inglês

ECONOMIA DE MADAGÁSCAR - Madagascar


[Produção de baunilha em Madagáscar. Foto por Julie Larsen Maher da Wildlife Conservation Society.]
Madagáscar é um dos países mais pobres do mundo. A sua economia baseia-se fortemente na agricultura, mineração, pesca e produção têxtil. Um dos produtos mais conhecidos de Madagáscar é a baunilha, que vem de um tipo de orquídea e é usada para dar sabor a alimentos. Os grãos de baunilha precisam de pelo menos 2 anos para crescer, o que faz desta uma especiaria cara.

Apesar dos preços relativamente altos da baunilha, um Malagasy ganha em média 1 dólar por dia, estando 70% da população do país abaixo da linha da pobreza. Quase metade das crianças com menos de 5 anos estão desnutridas.

Porque é que Madagáscar é tão pobre? Existem algumas razões. Durante o período em que o ditador Didier Ratsiraka esteve no poder, o governo era extremamente corrupto e roubou grande parte do dinheiro doado a Madagáscar por outros países. O colonialismo económico pelos Franceses significou que a economia esteve fortemente ligada à extracção de recursos, que é algo que frequentemente não promove crescimento económico a longo prazo visto que os recursos serem limitados. A falta de infra-estruturas, especialmente estradas, dificulta a vida dos agricultores, que não têm como transportar os seus produtos aos mercados, enquanto que o facto de Madagáscar ser uma ilha isolada aumenta os custos do comercio. Tudo o que Madagáscar produz ou compra a outros países tem que ser enviado por avião ou barco. Um sistema de educação fraco torna difícil aos jovens Malagasy conseguir bons empregos e poucas pessoas têm acesso às tecnologias ou à Internet. Para acabar, a destruição do meio ambiente tem vindo a reduzir a capacidade dos agricultores produzirem comida em quantidades maiores. Todos estes factores contribuem para a pobreza em Madagáscar.

No entanto, nem tudo está perdido. Em 2005, o governo de Madagáscar anunciou a descoberta de grandes quantidades de petróleo. Este petróleo deve vir a ser uma parte fundamental do futuro económico de Madagáscar, juntamente com a mineração, a exploração de pedras preciosas (Madagáscar tem muitas safiras) e o turismo. Há esperança que o ecoturismo, uma forma de turismo com um impacto no ambiente minimizado, possa ajudar a economia de Madagáscar e ao mesmo tempo proteger o seu ambiente e espécies selvagens.




< | Index | >

6 de 25

Tradução de Ana Félix Pires



WildMadagascar | Fotos

© Rhett A. Butler / wildmadagascar.org 2010